Procura-se

2 05 2009
Roque, cãozinho desaparecido!!!

Roque, cãozinho desaparecido!!!

Uma amiga carioca (a Claudia) está desesperada procurando seu cãozinho Roquinho, a sua dor me comoveu, a ponto de colocar a primeira foto não feita por mim no blog e principalmente a tentar fazer dos leitores comparsas nessa busca pelo pobre animalzinho.

Sua busca vem acompanhada do seguinte texto: ROQUINHO SEM OLHO E SEM ORELHA, DESAPARECEU EM BENTO RIBEIRO, MAS FOI VISTO EM MADUREIRA! OFEREÇO RECOMPENSA! RAÇA: POODLE COR: CINZA ESCURO CARACTERÍSTICAS: NÃO TEM O OLHO NEM A ORELHA ESQUERDA ENTRAR EM CONTATO COM: CLÁUDIA OU ANDRÉ: 3018-4676 / 9280-5711 / 9191-0405

Percebe-se claramente que a busca é totalmente sentimental, não tem valor financeiro ou qualquer outro que se possa atribuir. Nos anos 80 Eduardo Dusek cantou troque seu cachorro por uma criança pobre, não é a questão, cada um possui aquilo que lhe completa e é justamente essa busca que virou o mote para o texto de hoje.

 

Vista de Serra Negra (lugar calmo pra passar as férias)

Vista de Serra Negra (lugar calmo pra passar as férias)

Pois é gente, procura-se, procura-se um amigo carinhoso, um amigo fiel, um amor verdadeiro. Procura-se. Todos procuramos algo no outro, algo que nos complete e que nos anime a dar os passos que damos todos os dias.

Muitas vezes o anúncio é de algo que já está provado e consagrado. Uma perda que nos faz falta e nos instiga a pensar que precisamos daquilo de volta. Eu procuro muita coisa, o último post fala disso descaradamente, do que eu procuro, e da forma como eu procuro algumas coisas.

Procuro um amor, procuro vencer meus medos, procuro acertar mais e errar menos. Procuro fazer o melhor possível no meu trabalho (quem não sonha em ser a pessoa perfeita, mesmo que não se saiba o que é perfeição?). Essa busca no fundo é tudo o que nos motiva a continuar fazendo as coisas que fazemos todos os dias.

Que mulher não quer se sentir bela como uma modelo?

Que mulher não quer se sentir bela como uma modelo?

Viver nada mais é do que procurar incessantemente respostas e prazeres que nos completem e melhorem segundo os padrões que acreditamos corretos. Sempre o que vale são os nossos padrões, muito mais do que os padrões sociais vigentes.

Você pode querer férias num lugar com uma vista maravilhosa, um trabalho no topo do mundo financeiro ou simplesmente terra pra plantar. Você pode procurar um amor fugaz, uma companhia pra uma noite de bebedeira vendo seu time jogar ou o amor da sua vida. Você pode procurar qualquer coisa e ninguém vai poder te questionar, porque ninguém sente aquilo que você sente. Da mesma forma que a dor é sempre sua, a alegria também será.

Falando da Claudia, ela quer seu cão de volta, alguns podem achar estranho, outros se sentirem solidários, mas ninguém vai poder questionar a sua escolha. Ninguém sabe o pedaço que o Roquinho preenche na vida dela. Talvez seja o mesmo espaço que meu livro preencheu em mim, talvez maior do que o espaço que a fotografia criou na minha vida.

Achar o cão não é mais importante do que o futebol de quarta à noite, nem menos importante do que a reunião do grupo de assistência social que vai doar sopa aos necessitados nas noites frias. A importância é sempre a mesma, porque mesmo sendo ações diferentes, vão tocar fundo as pessoas envolvidas.

Brincando com seu cão

Brincando com seu cão

 

 

Caro leitor, aproveite e conte seus desejos mais simples, vamos discutir sobre eles e por favor, caso tenha alguma notícia do Roquinho, avise a Claudia, se você pode fazer alguém feliz com um ato simples, por que não fazer? Eu desde já agradeço!!!

Anúncios

Ações

Information

4 responses

2 05 2009
Lak

Quem já perdeu um cãozinho, sabe a dor que é. São seres insubstituíveis, independente de não serem o cãozinho-perfeito-de-propaganda-de-margarina.
Tomara que a Claudia consiga achar o Roquinho de volta. Tô torcendo…

2 05 2009
cláudia

obrigada, lak

tenho mta esperança de conseguir encontrá-lo. ele não é um cão bonito, tampouco perfeitinho, como pode-se ver pela foto, mas é um cão mto carinhoso e não merece viver perdido na rua.
só vou parar de procurá-lo depois que tiver uma resposta. seja qual for.

ficarei gratíssima a quem puder divulgar a foto dele. qualquer ajuda é muito importante.

agradeço a todos pela força, principalmente ao alex por ter disponibilizado esse espaço pra falar do meu cachorrinho.

2 05 2009
Fabiola

Bom depois de muita leitura, resolvi postar um comentário ! Alex seus textos me trazem uma reflexão diária, coisas que talvez eu nunca tenha parado pra pensar, espero que você consiga de deixar de ser o bom observador que você é e passe a fazer parte da cena! Bom, esse texto me faz lembrar das pequenas coisas que pra uns podem não ter importância, mas que pra outros pode ter, espero que a Claúdia encontre o seu cãozinho , pra ela ele deve ter um significado muito grande! Eu estou procurando um certo “cãozinho” que com todos os defeitos ( físicos e de personalidade) tenho certeza que é o grande amor de minha vida ! Bom Alex espero que meu comentário te incentive a escrever mais, pois seus textos me incentivam a pensar mais na vida. Obrigado! Fabíola Maria

3 05 2009
Gabi

Só entende o sentimento quem o tem.
Bichinho vira um pedaço da gente mesmo.
Boa sorta a sua amiga!




%d blogueiros gostam disto: