We are the champions…

2 06 2009
As vezes a vitória está em conseguir e não em chegar na frente

As vezes a vitória está em conseguir e não em chegar na frente

Eu sei que prometi falar sobre meus limites. E confesso que até comecei a rascunhar o texto sobre o tema. O problema, as vezes eles aparecem, é que em certas ocasiões, situação do cotidiano mudam nossa linha de pensamento de modo brusco, nos obrigando a mudar de direção.

E de certa forma foi o que fiz. Nos últimos dias vivi situações inesperadas. Nada muito maluco, mas pequenas coisas que me fizeram rever o que escreveria, um assunto se fez mais urgente na minha fala. A questão do prazer nas vitórias. E aqui falo de qualquer tipo de vitória, seja um prêmio nobel, seja conseguir chegar no horário certo no trabalho mesmo com todo o trânsito de uma cidade grande.

Entretanto, mais importante que as vitórias são as relações que temos com elas. O quanto aquilo que parece ser importante naquele momento realmente nos motiva. Ou mesmo o que a conquista vai alterar em nossa vida. E nem penso aqui em grandes alterações, mas sim em coisas simples, como chegar no horário no trabalho vai fazer com que o chefe não se irrite e que pare de pegar no meu pé. Ou, chegar em casa mais cedo pode te permitir ter mais tempo para preparar um bom jantar.

Essas são as conquistas básicas, é claro que a relação com a vitória tem muito a ver com o prazer que se sente com cada conquista, muitas vezes coisas mais óbvias nos motivam mais do que grandes vitórias aos olhos dos outros. Até porque o sabor de cada conquista é pessoal. Tenho uma amiga que diz que a maior vitória da vida dela foi ter conseguido dirigir um carro de sua casa até a universidade. Parece pouco, mas para ela foi uma vitória e tanto. Já um grande amigo fala que sua maior vitória foi ter desistido de um curso na faculdade e partido pra outra vida.

Para alguns, só interessa chegar na frente

Para alguns, só interessa chegar na frente

A minha grande vitória? Provavelmente ter feito o livro para quem fiz da maneira que fiz, achei que foi uma homenagem justa para quem viveu comigo provavelmente alguns dos momentos mais felizes que eu tenha tido em toda minha vida. E falo isso tendo obtido até alguns prêmios meritórios mais famosos, tanto com fotografia, como com poesia e até no meu trabalho como professor.

Isso porque minha maior vitória até aqui é celebrar um momento legal que eu vivi. Conheço gente, entretanto que sente alegria apenas nas grandes vitórias, nos grandes prêmios, no reconhecimento profissional, na demonstração de poder e força. Essas pessoas estão igualmente certas em sua visão. Afinal, cada um sabe o que é importante para si.

O que estraga tudo, entretanto é quando a vitória vem manchada, mas isso será assunto para um novo texto. Apenas para efeito de curiosidade, você tem alguma história de vitória manchada que gostaria de repartir? Talvez ela sirva de exemplo no meu próximo texto. E de novo, valeu pela visita.

Anúncios

Ações

Information




%d blogueiros gostam disto: